Project Description

BICO DOCE DE TODOS OS SAMBAS

Dono de uma das mais poderosas vozes reveladas nos últimos tempos, Cremilson Silva, apelidado “Bico Doce”, segue a linhagem de cantores negros de voz grave e forte, como Jamelão, Abílio Martins, Monsueto, Nadinho da Ilha e Noriel Vilela.

Antes de ser intérprete de samba-enredo, Cremílson é cantor, instrumentista e compositor. Começou seus primeiros passos no samba no cavaquinho. Aos 16 anos começou a frequentar rodas de samba pela Baixada Fluminense e depois fez parte do grupo que acompanhava o cantor Jorginho do Império.

Cremilson passou a atuar como cantor e cavaquinhista em algumas das mais tradicionais rodas-de-samba do eixo Rio-São Paulo, como a do Traço de União, na capital paulista, e a Candongueiro, considerada uma das “mais sérias” do Rio de Janeiro.
Cremílson Silva se prepara para lançar seu primeiro CD autoral. O apelido “Bico Doce”, no qual Cremílson é carinhosamente chamado, é exatamente pela doçura de seu canto, “másculo até a raiz e sem perder a ternura jamais”, segundo definição de outro bamba, Nei Lopes.